871A Você Sabe O Que é Conciliação

Você sabe o que é conciliação?

Com a implementação atualizada do Código de Processo Civil, a resolução de situações de cunho jurídico ficou mais fácil, e mais rápida. Tudo isso graças às audiências de conciliação, mas, afinal o que é conciliação?

Quando um processo judicial é tramitado, muitas vezes se parte para este tipo de postura, que só não ocorre quando não existe a possibilidade de haver uma medida amigável entre as partes.

O que é conciliação?

Este método vista a resolução de problemas de maneira mais facilitada. Quando os envolvidos em um processo não se comunicam com eficiência, inviabilizando um acordo, o que se recomenda hoje é que outra pessoa busque as ajudar com esta questão.

A função específica desta pessoa seria o de permitir que as partes conflitantes se comuniquem, e que não estaria envolvida emocionalmente nas questões voltadas a este processo. Assim, ela poderá analisar a situação com maior cuidado.

A conciliação é um método semelhante ao da mediação, mas na prática, elas são diferentes. Estas questões são observadas quanto a prática de cada uma delas. Para que haja um entendimento sobre cada um destes métodos, ambos serão explicados com foco maior para a conciliação.

Como funciona a conciliação?

Esta técnica envolve a intervenção de um profissional, que tem função de agir com imparcialidade. Ele terá de ouvir e investigar cada uma das partes envolventes nesta situação.  Então, poderá auxiliar aqueles que estão com um conflito para que façam uma negociação. Ou seja, abrindo um acordo que visa atender o que todos os envolvidos querem.

Ao resolver isso, o conciliador irá citar os prós e contras com relação ao posicionamento de cada um. Ele tem o poder de sugerir, inclusive, alternativas eventuais para acabar com as discussões que aparecer

Seu objetivo principal é de que, após ser feita a reflexão e estímulos proporcionados aos envolvidos, bem como oferecer sugestões para que este conflito seja resolvido de forma imediata. Assim, todos irão conseguir elaborar soluções próprias.

Diferenças da conciliação com a mediação

A mediação é outra forma de se lidar com situações de conflito. O seu fim é para que também se permita que as pessoas envolvidas dialoguem, visando a melhoria da forma com que elas vão lidar com a disputa envolvente.

O mediador será alguém selecionado por ambas as partes, ou que for aceito por elas, caso seja nomeado. Isso irá propiciar o conhecimento de várias situações que geraram o atrito, para que as pessoas ligadas na causa passem a firmar um acordo por conta própria.

A principal diferença da mediação quanto a conciliação é que, neste caso, o mediador deve oferecer condições para a resolução do problema. Com isso, as partes conseguirão firmar um acordo sem a necessária intervenção no conflito, através de propostas de solução.

Os envolvidos no processo estarão mais livres para encontrar o caminho desejado para resolver a pendência.

Por sua vez, a conciliação é realizada em poucos encontros, justamente com o objetivo para firmar o acordo específico. Isso evita o entrave que poderia causar com o acionamento de juízes e tribunais, elevando também as custas processuais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *